O Colégio utiliza pequenos ficheiros de texto, denominados de cookies,para criar uma experiência ótima na navegação neste website.

Ao prosseguir com a navegação está a consentir a sua utilização. Para saber mais sobre cookies e para os desativar consulte a Política de Cookies.

RSCM nas Nações Unidas - Boletim 110

22 junho 2020 Redigido por 
Publicado em Noticias

 

BOLETIM DAS RSCM NA ONU #110

 

A Edição 110 do Boletim das RSCM nas Nações Unidas faz referência à celebração do 75.º aniversário da fundação das Nações Unidas. Desde a abertura da Assembleia Geral, no passado mês de setembro, que o Secretário-Geral tem sido muito claro. Este não deve ser um aniversário marcado por grandes celebrações … Mas apela às Nações Unidas que seja como que uma oportunidade de diálogo com os povos sobre o “Mundo que queremos e as Nações Unidas que precisamos”. 2020 tem de ser um ano de diálogo, sempre que nos juntamos para debater as nossas prioridades como família humana, e como construir um futuro melhor para todos. “Tudo o que fizermos durante e depois desta crise tem de ter um foco muito forte na construção de economias e sociedades mais equitativas, inclusivas e sustentáveis, mais resilientes face às pandemias, às alterações climáticas e a muitos outros desafios que enfrentamos”.

 

Covid-19 e a resposta das Nações Unidas – 7 de maio

O Secretário-Geral da ONU lançou o Plano Global Atualizado de Resposta Humanitária Covid-19, apelando aos líderes mundiais a “dar um passo em frente pelas pessoas super vulneráveis do mundo em espírito de solidariedade, compaixão e prevençãoA ajuda humanitária não é apenas um um imperativo moral, é uma necessidade prática de combate ao vírus.

 

O Programa Alimentar contra a Fome (WFP) está a atingir mais de 100 milhões de pessoas afetadas pela severa insegurança alimentar e pela quebra global da cadeia de alimentos.

• Através da Organização Mundial da Saúde, foram enviados Kits de teste e vestuário de proteção para 125 países.

• Um total de 1.5 biliões foi enviado para responder às necessidades dos refugiados e migrantes.

 

Fórum dos Povos UN75 – 14 e 15 de maio

As UN/75 e Primeiro Juntos acolheram, virtualmente, o Fórum dos Povos UN75. As RSCM participaram, entre as mais de 600 pessoas, em 75 países do mundo. O tema do evento de dois dias foi: “O Futuro que queremos, as Nações Unidas que precisamos.” Os participantes debateram a forma como fortalecer um multilateralismo centrado nas pessoas, necessitado de repensar os riscos globais e revitalizar a ONU durante o ano do seu 75.º aniversário.

 

COVID 19 e Desigualdade

A COVID-19 tornou clara a vulnerabilidade global como a interdependência global. Também revelou e exacerbou o lado mau da desigualdade nas sociedades. Como destacou um orador recentemente: “Todos passamos pela mesma tempestade mas nem todos estamos no mesmo barco”. Durante o mês de maio as RSCM participaram em várias videoconferências onde foram destacadas estas desigualdades e a necessidade urgente de as atacar.

Os trabalhadores da linha da frente são muitas vezes “invisíveis, subvalorizados, mal pagos” e, no entanto, são eles que nos mantêm vivos! Como muitos afirmaram, isto é uma oportunidade para abordar o racismo, desmantelar a prática patriarcal, e desenvolver alternativas sistémicas que coloquem a vida no centro duma economia que valoriza a interdependência.

 

A semana Laudate Si – 24 de maio

Celebrou-se o 5.º aniversário da publicação da Encíclica do Papa Francisco, em todo o mundo, com debates inter-religiosos, webinars e retiros online. Mais de 1.000 pessoas participaram na sessão de abertura da série de workshops online dirigidos pelos líderes da justiça global para o clima, incluindo o Cardeal do Vaticano, Peter Turkson, Yeb Sano, do movimento Greenpeace da Ásia e a arquiteta do Acordo de Paris para o Clima, Christiana Figueras (ex-chefe da UNFCCC).

 

Uma justa transição: uma experiência indígena

À medida que o mundo luta para travar a COVID-19, vai-se também chamando a atenção para a estreita ligação que existe entre a forma de tratar a mãe Terra, o frágil equilíbrio do nosso ecossistema e a saúde humana. A COVID-19 tem também mostrado que a violência contra a Terra e a violência contra as mulheres estão intimamente ligadas. As comunidades indígenas enfrentam altos níveis de infeção e uma fatalidade relacionada com a presença dos “men camps”.

 

Um Continente de Encruzilhadas

A Aliança Africana para a Justiça Climática é uma aliança composta por mais de 1 000 grupos da sociedade civil de 48 países do continente africano. Trabalham juntos para concretizar uma abordagem de visão partilhada, centrada nas pessoas, baseada em direitos, tendo em vista a mudança climática e desafios ambientais que a humanidade e o planeta enfrentam. Num recente seminário falaram de perícia e de experiência relacionada com a “dupla ameaça” da COVID-19 e o impacto cada vez mais grave da crise climática.

Lido 237 vez(es) Modificado segunda, 22 junho 2020 10:02
Avalie este item
(0 votos)
Autentique-se para comentar

O Colégio do Sagrado Coração de Maria é uma Escola Católica, propriedade do Instituto das Religiosas do Sagrado Coração de Maria.
É uma Instituição sem fins lucrativos, que ministra o ensino regular aos 2.º e 3.º Ciclos de acordo com a legislação geral do Ministério da Educação e Ciência para estes graus de ensino.

 

Autorização de funcionamento

Alvará N.º 1126

Morada

Rua Jacinta Marto, n.º 40 | 2495-450 Fátima

Telefone | Fax

249 530 500 | 249 530 509

Email

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

parc min edEstabelecimento de Ensino integrante da Rede Pública.

Financiado pelo Ministério da Educação

ao abrigo do Contrato de Associação.


Livro de Reclamações Eletrónico