O Colégio utiliza pequenos ficheiros de texto, denominados de cookies,para criar uma experiência ótima na navegação neste website.

Ao prosseguir com a navegação está a consentir a sua utilização. Para saber mais sobre cookies e para os desativar consulte a Política de Cookies.

RSCM nas Nações Unidas - Boletim 111

27 julho 2020 Redigido por 
Publicado em Noticias

 

BOLETIM DAS RSCM NA ONU #111

 

A Edição 111 do Boletim das RSCM nas Nações Unidas inicia com uma mensagem recente do responsável da ONU para o Meio Ambiente, Inger Andersen: "A natureza está a enviar-nos uma mensagem!"

Se não atendermos ao apelo para cuidar do planeta, estamos a colocar em risco o nosso próprio futuro e o das gerações futuras. A pandemia de COVID-19 continuou a destacar a nossa vulnerabilidade global e, durante o mês de junho, pelo menos seis dias internacionais chamaram a atenção para questões relacionadas com o meio ambiente e com a saúde e o bem-estar humanos. Este é um tema muito alinhado com a ecologia integral do Papa Francisco em Laudato Si’.

Nesta edição do Boletim apresentam-se alguns eventos recentes, seminários e reuniões virtuais da ONU que vão ao encontro do apelo do Papa Francisco para cuidar da nossa “Casa comum”:

 

Dia Mundial do Meio Ambiente - 5 de junho

O tema da comemoração do Dia Mundial do Meio Ambiente 2020, foi “Hora da Natureza”. Organizado virtualmente pela Colômbia e Alemanha, o evento comemorativo destacou a importância de aumentar a consciencialização global sobre a necessidade de proteger o equilíbrio frágil do ecossistema do nosso planeta e incentivar a advocacia necessária para ações transformadoras.

O último relatório da ONU sobre perda da biodiversidade diz-nos que estamos prestes a perder 1 milhão das 7,6 milhões de espécies que habitam o planeta, sendo os humanos responsáveis por taxas de extinção até 1.000 vezes maiores do que o que seria esperado sem a influência do comportamento humano.

 

Dia dos Oceanos - 8 de junho

Desde 1992, o Dia Mundial dos Oceanos é comemorado a fim de promover a consciencialização sobre a importância crucial do recurso que equivale a 71% do nosso planeta. Os oceanos fornecem meios de subsistência e alimento a milhões de pessoas em todo o mundo. Desde a primeira Conferência dos Oceanos, em 2017, mais de 1.500 compromissos têm sido assumidos. Com o adiamento da Conferência dos Oceanos que ocorreria no início de junho deste ano, em Lisboa, a ONU está a esforçar-se para manter o impulso global de iniciativas baseadas na ciência, compromissos voluntários e ações para proteger o oceano.

 

Coligação dos(as) Religiosos(as) para a Justiça - JcoR

A coligação é composta por 19 ONGs religiosas presentes nas Nações Unidas, em representação de mais de 200 congregações religiosas, com presença em mais de 170 países. Foi iniciada com o objetivo de: fortalecer a capacidade e reforçar a defesa dos direitos humanos da parte de religiosos(as) na ONU, em Nova Iorque, e nos seus países; possibilitar que religiosos(as), inspirados pelos seus carismas congregacionais, a sua missão e a doutrina social católica, trabalhem de maneira mais eficaz para abordar as causas do desenvolvimento insustentável e mudar estruturas injustas.

Com o adiamento das sessões presenciais, foram envidados esforços para fortalecer o trabalho colaborativo, bem como para desenvolver recursos, ações e iniciativas partilhadas por religiosos em todo o mundo de modo a responder às necessidades locais emergentes durante a pandemia, em espírito de solidariedade.

 

Indústrias Extrativas e Justiça Ambiental

Desde janeiro de 2020, o grupo de trabalho de ONGs sobre extração mineira criou dois grupos com foco regional - na Amazónia e na República Democrática do Congo, duas regiões geográficas onde as populações indígenas estão particularmente em risco e impactadas pelas indústrias extrativas. Fortes evidências revelam que mineiros e madeireiros, legais e ilegais, invadiram os territórios das pessoas, expondo-as à COVID-19 e afetando a integridade do bioma, bem como o relacionamento das pessoas com a natureza como guardiões da floresta.

 

A Ação da ONG das RSCM

Antes da pandemia mudar todos os planos, a Equipa Internacional RSCM de JPIC/ONG, composta pela coordenadora da REDE JPIC, as animadores das Províncias (Áreas), a Pessoa de Ligação do Conselho Geral e a representante da ONG na ONU, deveriam reunir-se em Lisboa, na primeira semana de junho. Para manter o ímpeto de abordar os mandatos do Capítulo Geral RSCM 2019, realizaram-se reuniões virtuais durante os meses de maio e junho, superando desafios de distância, idioma e variabilidade tecnológica.

A Amazónia precisa de você”- campanha de solidariedade promovida pela Conferência dos Religiosos(as) do Brasil, juntamente com a REPAM, os Bispos dos 9 países da Amazónia e as Pontifícias Obras Missionárias, envolve a partilha de recursos num espírito de solidariedade com o povo da Amazónia. Em 24 de junho, um pequeno grupo intercongregacional de três irmãs foi enviado em missão à área remota de Alto Solimões. A Irmã Delva Oliveira (RSCM), uma enfermeira, foi uma delas.

Lido 136 vez(es) Modificado segunda, 27 julho 2020 10:03
Avalie este item
(0 votos)
Autentique-se para comentar

O Colégio do Sagrado Coração de Maria é uma Escola Católica, propriedade do Instituto das Religiosas do Sagrado Coração de Maria.
É uma Instituição sem fins lucrativos, que ministra o ensino regular aos 2.º e 3.º Ciclos de acordo com a legislação geral do Ministério da Educação e Ciência para estes graus de ensino.

 

Autorização de funcionamento

Alvará N.º 1126

Morada

Rua Jacinta Marto, n.º 40 | 2495-450 Fátima

Telefone | Fax

249 530 500 | 249 530 509

Email

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

parc min edEstabelecimento de Ensino integrante da Rede Pública.

Financiado pelo Ministério da Educação

ao abrigo do Contrato de Associação.


Livro de Reclamações Eletrónico