O Colégio utiliza pequenos ficheiros de texto, denominados de cookies,para criar uma experiência ótima na navegação neste website.

Ao prosseguir com a navegação está a consentir a sua utilização. Para saber mais sobre cookies e para os desativar consulte a Política de Cookies.

Gabinete de Comunicação e Imagem

Gabinete de Comunicação e Imagem

materiais

 

Lista de Materiais

Ano letivo 2020/21

 

Apresentamos a lista de materiais necessários para as disciplinas de Educação Visual, Educação Tecnológica, Matemática e Educação Física, para o ano letivo 2020/21.

Aceda ao ficheiro aqui.

Tags:
oceanos
 
Celebra-se hoje, dia 8 de junho, o Dia Mundial dos Oceanos.
 
Se não estivéssemos a viver este tempo de pandemia de COVID-19, estaria a decorrer em Lisboa a “Conferência dos Oceanos”, um marco importante com a finalidade de traçar uma estratégia global para a conservação dos oceanos e para criar ímpeto para a Década das Ciências Oceânicas para o Desenvolvimento Sustentável. Ao mesmo tempo estaria a decorrer, cá em Portugal, uma reunião internacional com as animadoras da Rede JPIC-RSCM.
 
Ao longo dos próximos 10 anos, os povos do mundo devem unir-se para protegerem a nossa casa partilhada, alcançando a Agenda 2030 e entregando um oceano limpo, saudável, resiliente, produtivo e sustentável.
 
Partilhamos a "Oração pelo Futuro dos Oceanos”, enviada pela Rede JPIC.
Astronautas da NASA a bordo da missão da SpaceX chegaram ontem à Estação Espacial Internacional. O lançamento foi no sábado (30/5) transmitido em direto e acompanhado por todo o mundo. Mas e aquele depósito, ao lado da torre de lançamento dos foguetões, é para quê?

main-qimg-caebbf4a2cc1b71a705fdb5d75f52459

Se vos disser que o depósito é de água, a vossa primeira ideia é que, com aquele fogo todo a ser cuspido das entranhas do foguetão, a água é para "arrefecer".

A ideia é engraçada, tem uma pontinha de verdade, mas não é essa a principal função daquela água. Na verdade, a água serve para abafar o ruído e, acima de tudo, a reflexão das ondas acústicas das chamas dos motores, que poderiam ter efeitos catastróficos nas estruturas do complexo de lançamento e, acima de tudo, no próprio foguetão: as vibrações acústicas poderiam até destruir o foguetão ou os seus sistemas internos.

A coisa, chamada "Ignition Overpressure Protection and Sound Suppression", explica-se assim:
1. Durante o lançamento, nas proximidades do foguetão, o ruído atinge cerca de 194 dB. Para quem lá estivesse, seria a ruptura dos tímpanos e a morte. No lançamento do primeiro Space Shuttle, a energia acústica libertada (e sobretudo reflectida) chegou para danificar alguns blocos do revestimento térmico. Ter em conta que uma conversa normal anda pelos 65 dB e, porque a escala é logarítmica, de cada vez que o nível sonoro aumenta 3 dB a intensidade do som duplica!
2. A solução foi instalar uma torre de água ao lado da torre para libertar, em apenas 40 segundos, cerca de 500 000 kg de água, na câmara de chamas da plataforma de lançamento.
3. A interacção das ondas acústicas com as gotas de água faz estas vibrar e aquecer (como num microondas, mas com som). Por isso, o "fumo" branco visto nos lançamentos dos foguetões é apenas vapor de água.
4. E assim, dos 194 dB iniciais, o ruído foi reduzido para uns simples 142 dB. É ainda uma brutalidade de barulho, parecida com um jacto a descolar com "afterburner", que ainda pode romper tímpanos, mas já não parte os foguetões.
5. E a torre? Tem 88 metros de altura, para a descarga ser feita por gravidade, e contém 135 m3 de água. Os tubos de descarga têm 2,1 m de diâmetro, para a perda de carga (o atrito da água nas tubagens) ser quase inexistente.

E quem foi o maluco que se lembrou de pôr água a controlar ruído? Os engenheiros que projectavam submarinos, logo na I Guerra Mundial. Foram eles que começaram a usar os gases de escape dos motores Diesel para criar uma camada de bolhas debaixo de água em redor do sítio dos motores. Eram estas bolhas que criavam uma "almofada" acústica, reduzindo a propagação do ruído na água, e logo, a sua detecção por outros submarinos.

Querem ver o "deluge test" do sistema?

DSCF1327-01

Celebração do mês de Maria

Comemorou-se recentemente o 5.º aniversário da Encíclica Laudato Si’ e o Dia Mundial da Biodiversidade (22 de maio). Saibamos acolher as palavras do Papa Francisco e pedir a intercessão da Virgem Maria, Rainha de toda a Criação.

 

Ligação para a oração aqui.

Marymount High School Los Angeles-02

 

Neste tempo de grandes desafios, continuamos a pedir a intercessão da Virgem Maria, para que nos dê o alento necessário e nos conduza sempre pelo caminho da Fé e da Esperança.

 

Ligação para a oração aqui.

41608679 10212691893913079 8095331647160844288 o

Celebração do Mês de Maria

Neste dia em que se assinala o aniversário da Aparição de Nossa Senhora aos três Pastorinhos, recordamos as palavras do Papa Francisco, Peregrino na Esperança e na Paz em Fátima (2017):

“Sempre que olhamos para Maria, voltamos a acreditar na força revolucionária da ternura e do carinho. Esta dinâmica de justiça e de ternura, de contemplação e de caminho ao encontro dos outros é aquilo que faz d’Ela um modelo eclesial. Possamos, com Maria, ser sinal e sacramento da misericórdia de Deus que perdoa sempre, perdoa tudo.”

 

Ligação para a oração aqui.

 

santa ilustra low

 

Continuamos unidos em oração com toda a comunidade educativa. Partilhamos uma proposta de oração para que, com serenidade, nos entreguemos a Deus, pedindo-Lhe a graça de continuar a zelar por nós, para que todos tenham vida.

 

Ligação para a oração aqui

Nossa Senhora 

 

Durante o mês de maio a Equipa da Pastoral convida a comunidade escolar a celebrar Maria, Mãe de Jesus. “Somos desafiados a olhar e a deixarmo-nos inspirar por Maria, Mulher de fé, Mulher do sim incondicional, Mulher possuída pelo Espírito de Deus, Aquela que escutou a Palavra e a pôs em prática, a primeira Discípula de Jesus” (in Pastoral com Jovens RSCM – Linhas Inspiradoras, 2011).

 

No início de cada semana, e também no dia 13 – aniversário da Aparição de Nossa Senhora aos três Pastorinhos – propomos um pequeno momento de oração e reflexão para cada um fazer na sua casa.

Ligação para a oração aqui.

diadaterra

Hoje, dia 22 de abril, somos convocados a olhar o nosso planeta de um modo especial - celebra-se o Dia da Terra!

O Dia da Terra foi comemorado pela primeira vez na América a 22 de abril de 1970, passando a ser um evento anual em todo o mundo. Comemora-se este ano o 50.º aniversário desta celebração com uma feliz coincidência, o 5.º aniversário da Encíclica Laudato Si’.

Partilhamos uma oração preparada para este dia, pela animadora da região Zambeze, da Rede JPIC (Justiça, Paz e Integridade da Criação).

Ligação para a oração aqui.

plano de contingecia site-01

 

No seguimento das recomendações da Direção-Geral de Saúde, e considerando a necessidade de proteger toda a comunidade educativa, a Direção aprovou o presente Plano de Contingência no âmbito da infeção pelo novo Coronavírus SARS-CoV-22, agente causal da COVID-19.

 

Este plano de contingência é o que neste momento se revela mais adequado à realidade, podendo ser adaptado e atualizado consoante o evoluir da situação o exija e em função das orientações que vão sendo divulgadas pela DGS.

 

Pode consultar o Plano de Contingência no Moodle do Colégio, ou descarregar o pdf aqui.

 

Pág. 1 de 5

O Colégio do Sagrado Coração de Maria é uma Escola Católica, propriedade do Instituto das Religiosas do Sagrado Coração de Maria.
É uma Instituição sem fins lucrativos, que ministra o ensino regular aos 2.º e 3.º Ciclos de acordo com a legislação geral do Ministério da Educação e Ciência para estes graus de ensino.

 

Autorização de funcionamento

Alvará N.º 1126

Morada

Rua Jacinta Marto, n.º 40 | 2495-450 Fátima

Telefone | Fax

249 530 500 | 249 530 509

Email

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

parc min edEstabelecimento de Ensino integrante da Rede Pública.

Financiado pelo Ministério da Educação

ao abrigo do Contrato de Associação.


Livro de Reclamações Eletrónico